Essa piora de cenário fez com que os empresários ficassem mais preocupados entre todos os setores analisados: 72%, inclusive, alegam que estão com muita dificuldade de manter o negócio. (Foto: Freepik)

Setor de academias é um dos mais afetados na pandemia

Por: Gabriel Amora | Em:
Tags:,

As academias estão, como era de se esperar, no grupo de atividades afetadas pela crise sanitária no Brasil. Segundo a 11ª edição da Pesquisa de Impacto da Pandemia de COVID-19 nas Micro e Pequenas Empresas, realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), em parceria com a Fundação Getulio Vargas (FGV), metade dos estabelecimentos estão com sérias dívidas.


Quer receber os conteúdos da TrendsCE no seu smartphone?
Acesse o nosso Whatsapp e dê um oi para a gente.


Ainda de acordo com a pesquisa, o faturamento do setor chegou, em maio, a um patamar 52% abaixo do que seria aceitável para o mês. Essa piora de cenário fez com que os empresários ficassem mais preocupados entre todos os setores analisados: 72% dos profissionais, inclusive, alegam que estão com muita dificuldade de manter o negócio.

O levantamento, no entanto, considerou outros segmentos que estão melhorando, como é o caso do agronegócio, energia, indústria e indústria de base tecnológica.

A tradução dos conteúdos é realizada automaticamente pelo Gtranslate.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Top 5: Mais lidas

Cadastre-se em nossa newsletter