Empresas que estimulam um ambiente plural, possibilita novas ideias e soluções para os desafios do mercado. Especialista fala sobre a importância de promover a diversidade e a cultura inclusiva nas empresas como compromisso com a Agenda 2030. (Foto: Freepik).

Empresas que investem em diversidade são as que mais crescem

Por: Conteúdo de Marca | Em:

A diversidade está presente na construção social em diversas partes do planeta, em todos os aspectos que envolvem o ser humano. A música, a culinária, os idiomas e os costumes de cada grupo social ao longo da história demonstram que não existe sociedade longe da diversidade.  Por outro lado, durante muito tempo, foi comum a ideia de que o sucesso nas relações pessoais e de trabalho só seria alcançado por indivíduos que atendessem a um padrão previamente imposto.


Quer receber os conteúdos da TrendsCE no seu smartphone?
Acesse o nosso Whatsapp e dê um oi para a gente.


Esse pensamento durou tempo suficiente para que muitos grupos, até então tidos como fora do padrão, fossem colocados à margem da sociedade e das oportunidades de ascender na vida profissional.

O cenário no Brasil passou a mudar há pouco mais de trinta anos, com a aprovação de leis que garantiam o acesso da pessoa com deficiência a concursos públicos e vagas de emprego no setor privado. A pauta racial tem sido frequente na discussão em torno de políticas públicas de acesso à educação e a garantia de direitos, e mais recentemente o reconhecimento da união homoafetiva e a criminalização da homofobia trouxeram visibilidade para as questões de gênero e sexualidade.

É visível a evolução social e as empresas perceberam que investir em um ambiente de trabalho plural e diversificado não apenas cria oportunidades para o desenvolvimento profissional da equipe, mas também transforma a vida dessas pessoas.

Ricardo Mota, gerente-sênior de Gestão de Pessoas e Diversidade do Hapvida Saúde, conta mais sobre como a empresa tem se preocupado com esse novo modelo de equipe plural e como isso impacta nas ações realizadas em todo o Brasil.

“Estamos apresentando ao mercado o nosso compromisso com a Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU. Nossos pilares prioritários nesse primeiro momento são: pessoas com deficiência, LGBTI+, gênero e raça”.

Ricardo Mota, gerente-sênior de Gestão de Pessoas e Diversidade do Hapvida Saúde

Confira a entrevista completa:

Qual a importância do tema diversidade nas empresas?

Ricardo Mota: É preciso criar um ambiente mais diverso com ações e atitudes que promovam o fim da cultura do preconceito, onde o colaborador se sinta seguro em ser ele mesmo, independentemente de questões como a sexualidade ou identidade de gênero. Isso está alinhado não apenas com o respeito aos direitos humanos, mas também com a própria sustentabilidade da empresa, já que é comprovado que a diversidade traz resultados quando feita e trabalhada de forma correta.

De quem é a responsabilidade em tornar o tema acessível no ambiente corporativo?

R.M: Em geral é o setor de recursos humanos e gestão de pessoas das empresas que compartilha e incentiva essas discussões no ambiente corporativo, já que estamos falando de formação pessoal, estratégia, revisão de políticas de atração e benefícios, entre outras. No entanto, a responsabilidade da atitude para a criação de uma cultura de confiança é de cada um no organograma da empresa. Começando obrigatoriamente pela alta hierarquia e disseminando para toda a empresa. Onde todos juntos criam um ambiente plural de acolhimento às diferenças.

É preciso criar um ambiente mais diverso com ações e atitudes que promovam o fim da cultura do preconceito

RiCARDO MOTA

Qual resultado esperado para quem investe em uma equipe plural?

R.M: Recentemente, uma pesquisa da Universidade McKinsey apontou que o ambiente corporativo com igualdade de gênero, diversidade sexual, etnias e respeito a essas diferenças aumenta a possibilidade, em aproximadamente 20%, de maior produtividade e o surgimento de novas ideias dentro da equipe, e consequentemente aumentam os resultados. As pessoas que se sentem incluídas e respeitadas em sua individualidade produzem muito mais.

O que fazer para investir em uma equipe pautada na diversidade?

R.M: Precisamos mudar atitudes, trazendo o tema para discussão com ações constantes de informação, treinamento e metas em torno desse assunto. Isso deve ser feito diariamente, é uma construção estratégica que precisa partir de cima pra baixo, onde a presidência da empresa assume esse desafio e gera um engajamento de todos os setores, criando uma mudança estratégica que vai diferenciá-la de seus concorrentes. E acima de tudo, tendo em mente que o objetivo não é apenas bater metas e alcançar novos resultados, mas tornar o ambiente seguro e sustentável para que diferentes pessoas sintam-se acolhidas e possam desenvolver suas habilidades de maneira justa e contribuir para os resultados esperados.

Cenários Trends

Promover a diversidade e a cultura de inclusão é responsabilidade social das empresas. Também é uma estratégia corporativa que fortalece a marca e gera crescimento. Sobre o tema Diversidade e inclusão: importância e benefícios para as empresas é o debate desta edição do Cenários Trends. O programa tem a participação de Ricardo Mota, gerente sênior da área de Gente, Gestão de Pessoas e Diversidade do Hapvida; Danielle Arraes, vice-presidente de Recursos Humanos da Puratos na América Central e do Sul; Jorgete Lemos, diretora executiva da Jorgete Lemos Pesquisas e Serviços; e Mariza Quinderé, diretora regional na Great Place to Work Brasil.

O Cenários Trends são webinários com a participação de especialistas para debaterem sobre assuntos relacionados à atualidade e às tendências na área de Economia, com foco no cenário de negócios e investimentos para o Ceará. O programa faz parte do cronograma de conteúdos estratégicos da TrendsCE. Estreia às quintas-feiras, às 19h, no YouTube.

A tradução dos conteúdos é realizada automaticamente pelo Gtranslate.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Top 5: Mais lidas

Cadastre-se em nossa newsletter