Escolha um idioma: EnglishPortuguese
anuncio-2

Por: Maria Babini

30/12/2020, 08:48

(ATUALIZADO: 18/01/2021, 18:07)

Serviços e mercado de capitais impulsionam crescimento de Fortaleza

  • link
  • tweet
  • facebook
  • whats
anuncio-2
Além disso, a capital cearense é também a cidade da região Nordeste com maior Índice de Governança Municipal, destacando-se em desempenho, finanças e gestão. Para manter a liderança no crescimento econômico, Fortaleza precisa superar desafios

Recentemente, a cidade de Fortaleza mostrou que faz jus ao próprio nome. Dados de 2018 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgados este mês, apontaram a capital cearense com a maior economia da Região Nordeste. Foram R$ 67,02 bilhões gerados em riqueza que a fizeram ultrapassar os números do Produto Interno Bruto (PIB) de Salvador, na Bahia, líder do ranking até então. Com esses valores, Fortaleza também tornou-se a 9ª economia do país.


Quer receber os conteúdos da TrendsCE no seu smartphone?
Acesse o nosso Whatsapp e dê um oi para a gente.


“Esses resultados foram possíveis com ações da iniciativa privada, destacando a atuação de empresários e empreendedores da cidade, e também com ações do poder público do Estado do Ceará e da Prefeitura de Fortaleza. Eles têm criado um ambiente de excelência na gestão pública, dando mais confiança para os investidores, e ainda mantendo e ampliando os investimentos públicos”

Samuel Dias, secretário de Governo da Prefeitura de Fortaleza

Segundo Nicolino Trompieri Neto, economista e coordenador de Contas Regionais do Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Estado do Ceará (Ipece), a liderança desse ranking é um ponto-chave para novos investimentos em Fortaleza. “Isso tem um impacto significativo porque mostra que a cidade tem uma economia dinâmica, que existem condições atrativas para as empresas se localizarem em um mercado como esse, chamando novos negócios para a região”, ele esclarece.

“Somamos a isso também o fato de Fortaleza ser hoje a capital que possui um hub internacional que permite o deslocamento mais próximo possível tanto para a Europa, quanto para os Estados Unidos. Esse cenário é atrativo, em termos de negócio, para qualquer investidor de fora do Ceará”

Nicolino Trompieri Neto, economista e coordenador de Contas Regionais do Ipece

>> PIB do Ceará aponta cenário de recuperação crescente no terceiro trimestre de 2020

Fatores de crescimento

Nicolino Trompieri acrescenta que Fortaleza atingiu o resultado de maior economia do Nordeste por meio do crescimento do setor de serviços. “Esse setor, em 2018, que é o ano com as estatísticas de dados mais recentes do IBGE, alcançou 86% da economia de Fortaleza. Ou seja, a grande maioria do PIB de Fortaleza é do setor de serviços. Só para ter uma ideia, esse percentual na economia do Ceará é de 76,74%. Fortaleza tem um percentual de serviços bem maior do que o Brasil também, que tem 76%”, ressalta.

Dentro do setor de serviços, as atividades ligadas ao turismo são as principais fontes de crescimento. “O turismo é forte no Ceará e mais ainda em Fortaleza, que é a porta de entrada. Mesmo quando o turista não fica na capital, ele passa por ela. Serviços ligados à hotelaria, alimentação, o próprio comércio, transporte, todos vêm aumentando e fortalecendo ainda mais o setor”, conclui o coordenador de contas Regionais do Ipece.

Outro fator atribuído à colocação de Fortaleza como maior economia do Nordeste é a cidade ser sede de grandes empresas que abriram capital na Bolsa de Valores. Uma delas é a operadora de saúde cearense Hapvida.

“Desde a abertura de capital na B3, em abril de 2018, as ações do Hapvida já valorizaram cerca de 220%, enquanto o desempenho do índice Ibovespa foi de apenas 36% no período. O Hapvida também foi reconhecido pelo mercado de capitais pela forte governança e pelas várias iniciativas em sustentabilidade, além de desempenho sólido de seus executivos na comunicação com o mercado de capitais”

Bruno Cals, CFO do Sistema Hapvida

>> Abertura de mercado de capitais amplia economia cearense

>> Empresas cearenses no mercado de capitais: governança, audácia, solidez

Investimento público

De acordo com a Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), Fortaleza também foi 1º lugar no ranking entre as capitais do Nordeste na avaliação da qualidade da administração local, considerando o desempenho, finanças e gestão. Entre uma variação de 0 a 10, o Índice de Governança Municipal (IGM) da cidade alcançou a média 7,04. O número é utilizado para orientação de novas políticas públicas municipais. A posição da capital cearense é um ótimo indicador de crescimento que complementa os números divulgados pelo IBGE do PIB 2018.

“Em 2019, a gente espera ter um aumento ainda maior desse resultado do PIB, uma vez que, do ponto de vista público, esse foi o ano em que tivemos o maior investimento da história da cidade de Fortaleza: foram mais de R$ 710 milhões investidos na cidade pelo poder público”, ressalta Samuel Dias, secretário do Governo.

Desafios

Para manter a liderança no crescimento econômico, além do cenário de crise provocada pela pandemia do novo coronavírus, Fortaleza também precisa superar outros desafios. “A capital vem caminhando bem na atração de negócios, porém, ao mesmo tempo, tem a necessidade de aumentar o nível educacional dos trabalhadores, porque isso é o que vai dar base para uma mão de obra mais qualificada e diminuir os níveis de violência, que é um grande entrave para novos negócios”, comenta Nicolino Trompieri.

>> Desenvolvimento econômico no Ceará: Balanço de 2020 e projeções para 2021

Em novembro, o Governo do Ceará anunciou um investimento de cerca de R$ 375 milhões no Programa Integrado de Prevenção e Redução da Violência (PReVio), uma iniciativa que pretende expandir o programa Pacto por um Ceará Pacífico. Já na capital, em setembro, o Plano Municipal de Enfrentamento à Letalidade na Adolescência para a Cidade de Fortaleza foi aprovado pelo Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente de Fortaleza (Comdica). A iniciativa tem como um dos objetivos reduzir, até 2025, os índices na cidade de homicídios na adolescência.

A tradução dos conteúdos é realizada automaticamente pelo Gtranslate / Content translation is performed automatically by Gtranslate

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter

Receba conteúdo e informações diretamente
no seu e-mail

Preencha o email corretamente Email enviado com sucesso!