Escolha um idioma: EnglishPortuguese
anuncio-2

Por: Redação

08/12/2020, 10:51

(ATUALIZADO: 18/01/2021, 16:24)

De 184 municípios cearenses, três têm índice de desenvolvimento acima da média

  • link
  • tweet
  • facebook
  • whats
anuncio-2
Fortaleza (65,50), São Gonçalo do Amarante (60,98) e Eusébio (60,50) estão entre os oito municípios cujo IDM variou de 46,98 a 65,50, com média de 53,89. Juntos, equivalem a 35,83% da população cearense

Municípios das regiões da Grande Fortaleza, Cariri, Serra da Ibiapaba e Sertão de Sobral estão entre os 10 com melhores resultados do Índice de Desenvolvimento Municipal (IDM). Destes, oito apresentaram melhor IDM, com variação entre 56,98 a 65,50, conforme estudo relativo ao ano de 2018, divulgado nesta segunda-feira (7) pelo Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece). Com uma média de 53,89, estão no ranking: Fortaleza, São Gonçalo do Amarante, Eusébio, Maracanaú, Aquiraz, Barbalha, Tianguá e Horizonte. Juntos, esses municípios possuíam mais de 3,3 milhões de habitantes, o que equivale a 35,83% da população cearense.


Quer receber os conteúdos da TrendsCE no seu smartphone?
Acesse o nosso Whatsapp e dê um oi para a gente.


Fortaleza (65,50), São Gonçalo do Amarante (60,98) e Eusébio (60,50) são os que registraram IDM acima de 60. O resultado destes e os outros cinco municípios listados nesse grupo faz deles referências estaduais (Classe 1) em conceito de desenvolvimento. “A finalidade desse indicador é passar o retrato de 2018. São 30 variáveis divididas em quatro dimensões que se constrói o índice. Nós temos baseados aqueles municípios que estão nos primeiros lugares, que possivelmente estarão bem ranqueados no IDM”, explica Alexsandre Lira Cavalcante, analista de Políticas Públicas do Ipece.

“O IDM possibilita o acompanhamento do desenvolvimento, além de constituir uma ferramenta capaz de auxiliar organismos públicos e privados na formulação de políticas. A finalidade não é só premiar os melhores, mas também olhar para os que têm menores índices. Considerando os dez municípios com melhor resultado no IDM 2018, percebe-se que os das outras regiões necessitam muito mais de apoio institucional e de políticas públicas para melhorar o desenvolvimento”

Alexsandre Lira Cavalcante, analista de Políticas Públicas do Ipece

Estudo

O Índice de Desenvolvimento Municipal considera um conjunto de 30 indicadores classificados em quatro grupos de indicadores: fisiográficos, fundiários e agrícolas (1); demográficos e econômicos (2); infraestrutura de apoio (3) e indicadores sociais (4). Isso permite identificar a contribuição de cada dimensão considerada e dos elementos mais efetivos para o desenvolvimento dos municípios.

“Barbalha se destaca na dimensão social, que é o grupo quatro. Mas tem 59 municípios que estão no grupo dois, a dimensão que apresenta maior quantidade de municípios em desenvolvimento”, destaca. Município da região do Cariri, Barbalha alcançou valor máximo de 100, concentrando quase 0,66% da população. Na Classe 2, o índice oscilou entre 46,36 a 73,89, com um total de 59 municípios e uma participação de 58,29% da população total.

Na Classe 2 com o IDM que tem uma média de 35,49, estão os 32 municípios, responsáveis por uma participação de 27,55% da população do Ceará. Os principais são Sobral, Redenção, Limoeiro do Norte e Ibiapina. Na Classe 3, foram classificados 87 municípios, representando 24,82% da população cearense. O índice médio para esta Classe foi igual a 24,17 com uma amplitude variando de 20,51 a 29,43. Destaque para Pindoretama, Ipu, Crateús e Viçosa do Ceará. Já na classe 4, há municípios com os menores índices de desenvolvimento, onde residem 11,80% da população do Estado. Os índices variaram no intervalo de 9,05 a 19,97, com média de 16,12. Dentre os cinco municípios melhores classificados nessa Classe estão Poranga, Mulungu, Itapiúna e Jardim.

Sobre os dez municípios com menores IDM em 2018, o estudo aponta Parambu, Tejuçuoca, Tarrafas, Umari, Saboeiro, Salitre, Pires Ferreira, Catarina, Abaiara e Aiuaba. Os municípios com menor índice de desenvolvimento estão localizados parte nas regiões do Cariri (12), Centro Sul (8), Sertão Central (8), Sertão de Cratéus (5), Vale do Jaguaribe (5), Litoral Oeste/Vale do Curu (4), Sertão dos Inhamuns (4), Maciço de Baturité (3), Serra da Ibiapaba (1), Sertão de Canindé (3), Sertão de Sobral (3) e Litoral Norte (1).

A tradução dos conteúdos é realizada automaticamente pelo Gtranslate / Content translation is performed automatically by Gtranslate

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Newsletter

Receba conteúdo e informações diretamente
no seu e-mail

Preencha o email corretamente Email enviado com sucesso!