O intuito da criação do projeto MOVE CE é acelerar ações que possam impactar positivamente a economia cearense como um todo. (Foto: Divulgação)

MOVE CE: Especialistas e autoridades analisam a urgência do projeto

Por: Gabriel Amora | Em:
Tags:

O MOVE CE é um projeto de revisita às iniciativas que visam o desenvolvimento sustentável do Estado e que irá mobilizar as partes interessadas para ouvir e atualizar as novas demandas no cenário pós-pandêmico. O intuito de sua criação é acelerar ações que possam impactar positivamente a economia cearense como um todo. Segundo Marcos André Borges, CEO da TrendsCE e criador do projeto, o MOVE CE deverá ser um catalizador de diálogo, articulação e união para fazer o estado crescer.


Quer receber os conteúdos da TrendsCE no seu smartphone?
Acesse o nosso Whatsapp e dê um oi para a gente.


Artur Bruno, Secretário do Meio Ambiente (SEMA), reforça a função do projeto quando argumenta que a pandemia do Coronavírus vem trazendo prejuízos para o mundo inteiro. O Ceará, nesse meio tempo, tem o privilégio de possuir uma boa comunicação entre Poder Público e setor privado, algo essencial para prosseguir evitando danos irreparáveis na saúde econômica do Estado.

“Essa ação é inteiramente relevante. Precisamos, sim, mobilizar a população cearense, empreendedores, sindicatos, federações, instituições públicas e privadas para pensar o Ceara pós-pandemia. Com a vacinação, conseguimos encontrar uma possibilidade a mais de voltarmos ao que chamamos de ‘vida normal’. Com o MOVE CE, podemos também pensar em quais alternativas temos para que 2022 seja bem melhor que os últimos dois anos, investindo em políticas públicas e na resolução de desigualdades sociais, que é o que mais me preocupa, inclusive”, aponta Arthur Bruno.

O secretário também comenta que a expectativa positiva garante que o movimento de mobilização seja coletivo, visto que, só assim, o projeto pode alcançar as demais problemáticas do Estado. “Tivemos inúmeros setores econômicos com uma queda imensa de números positivos. Por isso é importante que o MOVE CE chegue em grande maioria dos lugares do Ceará, atingindo, principalmente o nosso maior problema: o desemprego e a fome”, finaliza.

Célio Fernando, economista e secretário executivo de Regionalização e Modernização da Casa Civil do Governo do Estado do Ceará, crê que o foco do MOVE CE, além dos que já foram citados, deva ser o início oficial do Ceará 2050 (projeto e plano estratégico de desenvolvimento de longo prazo do Estado que atrasou devido à Covid-19). “2050 é do Estado, não do governo. É para passar as gerações e alcançar cada membro da sociedade, seja direta ou indiretamente”, complementa.

E, ainda, Paulo André Holanda, diretor regional do SENAI-CE, acredita que a expectativa é a melhor possível, dado que, com projetos como o MOVE CE, “podemos encontrar propostas para enfrentar o fim da pandemia, trabalhando em como reverter o desemprego, a questão da renda e requalificando aqueles que perderam seus empregos e/ou empresas. Dentro desta linha, a gente espera que esse diálogo construa bons caminhos, fazendo parcerias e não sombreamentos, abraçando todas as instituições, sejam elas públicas ou privadas“, pontua.

A tradução dos conteúdos é realizada automaticamente pelo Gtranslate.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Top 5: Mais lidas

Cadastre-se em nossa newsletter