Afetado pela pandemia desde o ano passado, o setor tem investido nos eventos no formato online para manter a cadeia ativa. Incentivos como o Fundo Abeoc Vai dar Certo, além de editais do Sebrae e Governo do Ceará, têm surgido para dar esse apoio. (Foto: Freepik)

Editais de incentivo movimentam setor de eventos corporativos

Por: Wania Caldas | Em:
Tags:

Um dos setores mais impactados pelos efeitos da pandemia da Covid-19, o setor de eventos corporativos tem apostado no estímulo da cadeia por meio de incentivos e editais para atividades online. E para manter as empresas ativas, a Associação Brasileira de Empresas de Eventos (Abeoc-CE) criou o Fundo Abeoc Vai Dar Certo, que capta patrocínios para que os associados possam realizar eventos corporativos virtuais. A TrendsCE é uma das empresas apoiadoras.


Quer receber os conteúdos da TrendsCE no seu smartphone?
Acesse o nosso Whatsapp e dê um oi para a gente.


A presidente da Abeoc-CE, Enid Câmara, explica que, neste primeiro semestre, foram lançados três editais que já garantiram seis eventos entre os meses de maio, junho e julho. “Cada projeto selecionado recebe R$ 3 mil e, em junho, vamos lançar o edital para agosto. Pretendemos apoiar mais eventos ao longo de 2021, mas estamos precisando de novas doações. Qualquer pessoa física ou jurídica de qualquer setor pode doar, inclusive na forma de serviços”, afirma.

Ela destaca que o setor de cultura e entretenimento conta com apoios como a Lei Aldir Blanc, a Lei Rouanet e as leis estaduais, mas que o setor de eventos corporativos foi o mais atingido pela paralisação após a pandemia. “Essa área ficou totalmente descoberta. De concreto, temos R$ 4 milhões do edital lançado pelo Governo do Estado e R$ 250 mil do edital do Sebrae, além de apoios da Fiec e da Fecomércio. Por isso resolvemos criar esse fundo, para ser mais um movimento, mais uma ação de apoio”, acrescenta.

Em relação à especificidade dos eventos online, Enid Câmara afirma que essa nova cadeia movimenta as empresas da área de organização, já que boa parte dos demais ramos estão impedidos pela pandemia.

“O nosso setor, num evento presencial, movimenta até 50 cadeias, mas hoje 96% das empresas estão fechadas depois de 15 meses sem atividade. Muitos setores quebraram e queremos salvar o elo dos organizadores de eventos nesse formato digital”.

Enid Câmara, presidente da Abeoc-CE

Outros incentivos

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Ceará (Sebrae/CE) também lançou edital para patrocinar eventos que devem ser realizados de 18 de junho a 31 de agosto de 2021. Os projetos selecionados contarão com o patrocínio de, no máximo, 50% do valor do evento, limitado a R$ 30 mil. Ao todo, serão R$ 250 mil para contemplar todos os projetos. Desde o início da pandemia, este é o terceiro edital de patrocínio lançado pela instituição. Nos dois primeiros, o Sebrae investiu R$ 586 mil no apoio à realização de 41 eventos online de diversas áreas, como negócios, moda, inovação, gastronomia e sustentabilidade.

De acordo com o superintendente Joaquim Cartaxo, nesta terceira edição do edital, inscreveram-se 46 projetos entre eventos e feiras online. “No primeiro edital deste tipo que lançamos em 2020, nós tivemos 29 inscritos. No segundo, que foi lançado na segunda metade do ano passado, já foram 35. E agora, novamente tivemos um número ainda maior de interessados em participar da seleção, mostrando que a iniciativa do Sebrae vem dando certo e também que cada vez mais empresas do segmento estão atentas a este tipo de oportunidade”, afirma.

Entre os critérios de avaliação, esclarece Cartaxo, está o comprometimento do projeto em relação ao desenvolvimento de microempreendedores individuais, microempresas, empresas de pequeno porte, produtores rurais, e potenciais empresários e empreendedores.

“O segmento de eventos é importante para a economia cearense, pois impacta direta e indiretamente diversos outros segmentos e profissionais. Ele também foi e continua sendo um dos mais impactados, senão o mais, pela pandemia e pelas restrições necessárias ao controle da propagação do coronavírus, ao ponto de precisar passar por árduos métodos de reinvenção ou reposicionamento, como é o caso da realização de eventos online”.

Joaquim Cartaxo, superintendente do Sebrae/CE

Já o edital do Governo do Estado vai destinar R$ 4 milhões para 91 propostas selecionadas para a realização de seminários, simpósios, congressos, exposições e feiras de qualquer área de atuação, todos em formato online. O valor destinado aos projetos varia de R$ 20 mil a R$ 150 mil.

Mercado

O proprietário da E+ Assesssoria em Eventos, Leonardo Araripe, conta que o mercado teve grandes perdas, mas destaca que os editais têm mantido os negócios ativos, principalmente para organizadores de eventos. “Não vejo o retorno que a gente projetava para 2021, mas vejo o Sebrae e o Governo muito empenhados em nos ajudar. E o Fundo Abeoc vem nesse momento de muitas incertezas e movimenta toda uma cadeia”, diz.

Araripe também ressalta a importância da conexão com outras empresas, trazida pelo Fundo Abeoc. “Tem esse viés interessante de conectar os grandes empresários às empresas de eventos e mostra a importância de não perder esse hábito da realização dos eventos, que é uma grande ferramenta de conexão. É um incentivo financeiro e a gente se movimenta, se relaciona e se sente lisonjeado de ver grandes empresas apostando no setor. Vemos com muito bons olhos essa confiança”, conclui.

::: Serviço

Como doar para o Fundo “Abeoc Vai Dar Certo”:

Razão Social: Associação Brasileira de Empresas de Eventos – Abeoc Secção Ceará

CNPJ: 02.182.071/0001-88

Banco: Bradesco

Agência: 0682-3

Conta corrente: 62469-1

A tradução dos conteúdos é realizada automaticamente pelo Gtranslate.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Top 5: Mais lidas

Cadastre-se em nossa newsletter