Ferramentas digitais ajudam empreendedores a otimizar negócios.

Ferramentas digitais ajudam empreendedores a otimizar negócios

Conheça 8 ferramentas necessárias para empreender e manter seu negócio sustentável

Por: Caio Faheina | Em:
Tags:, , , ,

Oportunidade ou necessidade? O empreendedorismo pode ter mais de uma nascente. Algumas pessoas percebem estratégias para solucionar falhas no sistema ou, com a pandemia do novo coronavírus atualmente, foram obrigadas a lidar com o desemprego e a apostar em novos negócios para sobreviver. Ainda tem aquele perfil de profissional que continua vinculado a uma empresa, mas que acha brecha para novas oportunidades — o chamado intraempreendedor. Em todas estas faces há características semelhantes: é preciso haver propósito (o que se quer solucionar e por quê?) e, claro, ferramentas necessárias para dar o pontapé inicial no empreendimento e mantê-lo sustentável ao longo da jornada. 

Opinião – Profissionalizar: verbo imperativo para os negócios

De acordo com Tavinho Brígido, sócio-fundador da startup Workonect, a dica para iniciar no empreendedorismo é olhar para o que pode ser feito por meio de plataformas digitais. Inteligência Artificial, Internet das Coisas e Business Intelligence, o chamado B.I, são caminhos possíveis.

“Se você me perguntasse quais áreas no Ceará [podem ser estimuladas] no início do ano, falaria ‘turismo’ e ‘entretenimento’. Com a pandemia, tudo mudou. São justamente os dois pontos que foram mais afetados. Acredito que a solução pra isso seja a migração para áreas tecnológicas. Todo mundo está buscando essa presença digital”, disse. 

E foi com o objetivo de automatizar processos que Brígido, juntamente com dois sócios, transformou seu então coworking, com foco em aberturas de endereços fiscal e comercial, em um marketplace — ambiente digital que reúne diversos serviços e que pode ajudar o empreendedor ou a empreendedora em sua jornada. “A gente perdia dois ou três dias para que um contrato fosse iniciado, ou pela internet ou por telefone, e concluído. Esse processo é muito longo. E pensamos: será que a gente não tem como automatizá-lo e torná-lo 100% digital?”, questionou-se.

Um dos sócios desenvolveu uma plataforma interna para que o processo de abertura dos endereços fiscal e comercial pudesse ser realizado integralmente de forma online, incluindo a assinatura de contrato via plataforma blockchain — tecnologia usada, principalmente, em transações financeiras digitais sem precisar que passe pelo servidor central de uma instituição ou banco. “A gente reduziu [o processo] de três dias para quase uma hora, sem o cliente precisar pisar no coworking. E percebemos que podemos compartilhar  [a plataforma] com outros coworkings e escalar nacionalmente. Transformamos a plataforma em startup”, afirmou Brígido. 

Agora, além do coworking, o negócio possui serviços de contabilidade, de advocacia, de publicidade e marcas e patentes. A projeção, conta o empreendedor, é oferecer um banco digital para que o cliente saia com conta de Pessoa Jurídica e capital de giro.  “A ideia é que o empreendedor entre lá e tenha acesso a uma gama de serviços para facilitar sua vida”.

A consultora em Finanças e Estratégia Empresarial Danielle Porto destaca que gestão financeira, com foco especial no capital de giro e fluxo de caixa, e investimentos em inovação e tecnologia são realidades às quais nenhuma empresa deve se esquivar. “Procurar entender a fundo seu negócio, qual é o seu propósito nesse cenário, e, diante disso, traçar novas estratégias para atender a esse cliente, que agora tem uma jornada de compra diferente, omnichannel, [realizando] compras por meio do Instagram, do Facebook e até mesmo do WhatsApp”, disse. 

Ela também indica a redução “ao máximo” de custos, principalmente os fixos, utilizando tecnologia. Home office, caso seja possível, é uma solução para cortar alguns gastos, indica Porto. E aconselha: “você, empreendedor, estude, capacite-se, esteja sempre a par do que está acontecendo no seu ramo e no mercado como um todo. Isso lhe fará alcançar objetivos que a maioria nunca alcança”. 

Com base em pesquisa do Sebrae Nacional e da Endeavor Brasil, organização líder no apoio a empreendedores de alto impacto ao redor do mundo, a TrendsCE selecionou 8 dicas de ferramentas ou técnicas que facilitam o dia a dia nos negócios:

Entender o que o cliente diz, faz, vê, pensa, sente e ouve a respeito de um produto é essencial para o seu sucesso. Com isso, o empreendedor e seu time conseguem identificar quais os pontos a melhorar do seu produto e o que poderia ser feito para melhorar a experiência do consumidor.

Com a planilha, você ajuda seu time a colocar o pé no chão e analisar os dados de vendas com mais objetividade. É útil porque permite lidar com a projeção de vendas em si, incluindo os nomes dos principais produtos geradores de receitas, com uma estimativa de vendas por mês e o valor de cada unidade.

Matriz SWOT (ou, em português, FOFA – iniciais de Forças, Oportunidades, Fraquezas e Ameaças) ajuda a definir relações existentes entre os pontos fortes e fracos da empresa e a situação do mercado. A análise permite entender a posição de sua empresa comparada a seus concorrentes, conferindo mais confiança, segurança e força para lidar com os imprevistos e situações desafiadoras. 

Inovação centrada no usuário. É útil porque permite ampliar o conhecimento sobre o consumidor e sugere como transformar as informações obtidas em negócios mais rentáveis.

Para facilitar a geração de ideias, utilize a ferramenta para criar novas versões de um produto ou serviço, incentivando a inovação e guiando as sessões de brainstorming.

A ferramenta antecipa discussões e agiliza a assinatura dos contratos finais entre empreendedor e investidor. É útil porque permite que o empreendedor compreenda as principais cláusulas e, com a ajuda de um advogado especializado no assunto, se prepare melhor para a negociação do investimento. 

Indicado para empresas que precisam reduzir a quantidade de defeitos em produtos e falhas humanas na operação, na administração do negócio e na prestação dos serviços. É útil porque a ideia fundamental desta ferramenta é de que se há uma falha ou um defeito, é possível tomar atitudes para prevenir e detectar algo indesejado.

Iniciativa do Sebrae Nacional, a plataforma online facilita, de forma gratuita, o acesso de clientes a produtos e serviços financeiros ofertados por instituições parceiras credenciadas, visando a incentivar e dar apoio a empreendedores brasileiros.


A tradução dos conteúdos é realizada automaticamente pelo Gtranslate.
Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

Top 5: Mais lidas

Cadastre-se em nossa newsletter